Sobre o Itaú



Memória

29/11/2016

Os tesouros que o Itaú Unibanco protege em seu centro de memória

O departamento de memória do Itaú Unibanco preserva mais de 150 mil objetos, entre máquinas registradoras, troféus, objetos das agências bancárias, textos, capas de talões de cheque, cartões, fotos e material publicitário.

O Espaço Memória do Itaú Unibanco preserva mais de 150 mil documentos, entre máquinas registradoras, troféus, objetos das agências bancárias, textos, capas de talões de cheque, cartões, fotos e material publicitário.

Telex, fax, máquina de escrever... Quantos aparelhos ficaram para trás com o desenvolvimento da tecnologia? Na história do Itaú Unibanco não é diferente. O banco coleciona verdadeiras relíquias que ajudaram a construir momentos importantes de sua trajetória, mas que foram aposentadas com a chegada da informatização.

Uma dessas preciosidades é o primeiro comercial do Itaú, de 1970. Detalhe: a cópia é colorida, mas a grande maioria das televisões nas residências brasileiras era preta e branca quando o filme foi ao ar.  

Outro destaque são as “chapinhas”, pequenos pedaços de metal numerados, usados para determinar em que ordem os clientes seriam atendidos, isso há mais de 50 anos. Nos anos 1960, essas chapinhas eram entregues aos clientes no instante em que chegavam à agência. O número marcado nelas servia para organizar a fila: cada cliente era chamado para o atendimento conforme aquele código.  

Alguns episódios engraçados aconteciam. Todos os dias, ao final do expediente, as chapinhas utilizadas eram recolhidas e contadas. Se faltasse alguma, era preciso registrar o sumiço e comunicar a inspetoria. Certa vez, um cliente contou que, em uma visita ao banco, achou a chapinha tão bonita que a levou com ele e a transformou num chaveiro.

O Espaço Memória armazena versões diferentes da peça – com a marca de outras instituições financeiras que foram agregadas ao Itaú Unibanco– e, claro, na curiosa versão de chaveiros. As chapinhas acabaram se tornando peças protagonistas de um pedaço da nossa história e da arqueologia bancária brasileira.

Como um espaço vivo, que acompanha a evolução e os passos do banco, o acervo do Espaço Memória está sempre ganhando novas aquisições. Os próprios funcionários podem doar materiais que considerem interessantes para ficarem guardados na memória. Para doar ou sugerir adições a nosso acervo, escreva para memoria.itau@itau-unibanco.com.br.

Leia mais

29/11/2016
Os tesouros que o Itaú Unibanco protege em seu centro de memória

O Espaço Memória do Itaú Unibanco preserva mais de 150 mil documentos, entre máquinas registradoras, troféus, objetos das agências bancárias, textos, capas de talões de cheque, cartões, fotos e material publicitário.

29/11/2016
Os tesouros que o Itaú Unibanco protege em seu centro de memória

O Espaço Memória do Itaú Unibanco preserva mais de 150 mil documentos, entre máquinas registradoras, troféus, objetos das agências bancárias, textos, capas de talões de cheque, cartões, fotos e material publicitário.

Veja mais